Baixe o jingle:

MP3
WAV OGG

Garotinho não pediu nenhum cargo no governo de Crivella. Crivella tem o apoio de Garotinho, não um acordo

Anthony Garotinho NÃO vai ser secretário de Segurança

Usou dinheiro do próprio bolso em programas sociais

Foi eleito senador com mais de 3 milhões e 300 mil votos.

Governar para igreja? Em sua vida pública, 10 anos como senador e 2 como ministro, Crivella nunca misturou política com religião, tudo que fez foi em benefício e a favor de todo o povo.

Governo homofóbico? Crivella quer governar para todos, sem distinção de raça, orientação e religião.

Ações no STF? Crivella não tem nenhuma pendência com a Justiça, seja eleitoral, civil, estadual ou federal.

Lei contra manifestações? Crivella não é contra a liberdade de expressão nem do direito de o povo reclamar por seus direitos. A lei criada por ele é contra atos terroristas, que visam ferir indivíduos e o patrimônio.

Como senador, conseguiu mais de R$ 140 milhões para o Estado do Rio.

Não tem pendências com a Justiça.

Crivella é ficha limpa.

)

Agenda do candidato ao governo do estado Marcelo Crivella – terça (2...

Veja a agenda do candidato ao governo do Rio Marcelo Crivella, desta terça (21)...

LEIA MAIS »
image

Seis dias para Crivella ser o nosso governador...

O brado retumbante por um estado melhor! O brado retumbante por mais saúde; mais educação; mais segu...

LEIA MAIS »
unnamed (9)

Crivella, Garotinho e Lindberg em grande carreata no Jardim Catarina...

Mesmo no feriado do Dia do Comerciário, o povo do Jardim Catarina foi às ruas nesta segunda-feira (2...

LEIA MAIS »
)

Crivella percorre o Norte/Noroeste Fluminense nesta terça (21)...

O candidato ao governo do estado, Marcelo Crivella, estará no Norte/Noroeste do Rio de Janeiro, nes...

LEIA MAIS »
imagem

Troque a capa do seu perfil...

Troque a foto do seu perfil e ajude a levar a mudança para todo o estado...

LEIA MAIS »
unnamed (6)

No Rio, Dilma é Crivella...

Visivelmente emocionada ao lado de Marcelo Crivella, candidato do PRB ao governo do Rio, a candidat...

LEIA MAIS »
VER TUDO »
Mapa propostas

Sul Fluminense

Precisamos expandir o Parque Industrial, apoiar as indústrias automotivas, siderúrgicas e cimenteiras. Vamos investir em escolas técnicas, formar mão de obra qualificada. Trazer o emprego para perto da moradia. Vamos concluir o Aeroporto Regional e investir o ICMS arrecadado na própria região.

Sul Fluminense

Volta Redonda

Em Resende, Porto Real e Itatiaia, estão se instalando atividades vinculadas à indústria automobilística. O complexo ‘petróleo e gás’ também demanda investimentos na indústria naval mecânica. Volta Redonda possui forte tradição na área. Vamos definir uma estratégia específica para garantir a Volta Redonda um papel importante neste contexto. A agência de fomento do estado do Rio de Janeiro, AGERIO, vinculada ao Governo do estado, atuará como repassadora do BNDES para um programa de apoio à modernização tributária.

Metropolitana

Precisamos reduzir drasticamente o tempo gasto no deslocamento da população. Levar empregos para perto das residências e as residências para perto dos empregos. Vamos manter e melhorar as UPPs. Implantar o Zona Franca Social, que leva emprego às comunidades menos favorecidas, gerando renda e desenvolvimento. Pôr em prática o Cimento Social, uma ação que capacita os próprios moradores das comunidades para transformar o lugar onde moram em casas dignas para viver.

Baixada

Precisamos resolver de uma vez por todas o problema da água. Trocar o caminhão-pipa por adutoras. Também levar o emprego para perto da moradia e diminuir o êxodo diário que faz o cidadão perder em média 2 horas por dia no trânsito. Vamos criar o Hospital Geral da Baixada e melhorar o sistema de saúde para toda a população.

Metropolitana

Duque de Caxias

Faremos uso do Arco Metropolitano, aliado ao terminal de contêineres de Itaguaí, para oferta de trabalho de qualidade perto de casa, como o ABC paulista, Betim e Contagem, em Minas.

Queremos atrair a indústria de plástico para o município, complementando a infraestrutura da planta petroquímica em Campos Elíseos, incluindo um novo arco, o "Arquinho". Isso já foi promessa de campanha, mas não foi realizado. Negociaremos com o Governo Federal a implantação de um PAC de infraestrutura, com serviços de qualidade na Baixada. Vamos equipar o Hospital Adão Pereira Nunes e contratar profissionais concursados para atender, com qualidade, a população.

Metropolitana

Itaboraí

Em Itaboraí e em toda a periferia metropolitana, atrairemos novas fábricas através de parcerias com a prefeitura. Vamos nos empenhar para que seja mantido o projeto inicial do COMPERJ, para implantação da refinaria (prevista para 2017), assim como a indústria petroquímica (1ª e 2ª geração) de plástico, para gerar mais empregos para o município.

Metropolitana

São Gonçalo

Implantaremos o distrito de navipeças para atender à demanda dos estaleiros, principalmente em Niterói. Vamos criar escolas profissionalizantes que atendam à demanda do polo petroquímico da COMPERJ.

Metropolitana

São João de Meriti

Vamos atrair atividades no setor de serviços para o Arco Metropolitano, pela localização estratégica do município, atendendo às indústrias que serão instaladas. Trata-se de empresas que demandam telecomunicação de porte e mão de obra especializada. Vamos melhorar os serviços de telecomunicações e implantar escolas profissionalizantes.

Metropolitana

Belford Roxo

O Arco Metropolitano e o terminal de contêineres de Itaguaí, aliados a um conjunto de políticas públicas, vão permitir que o morador de Belford Roxo possa ter oferta de emprego de qualidade, como já ocorre na região do ABC paulista, de Betim e Contagem, em Minas. Criaremos a Agência Metropolitana para assegurar mobilidade ao município de Belford Roxo.

Metropolitana

Niterói

Vamos consolidar uma Agência Pública que de fato obrigue as concessionárias a prover um transporte de qualidade no município. Na segurança pública, teremos UPPs com ação social, ampliaremos a presença policial e melhoraremos a área de investigação com investimentos em pessoal e tecnologia. Vamos, através da FAPERJ, ampliar a presença de atividades vinculadas à ciência e tecnologia no município. Iremos estabelecer uma parceria entre FAPERJ, UFF e Vital Brasil para traçar uma política de fomento à pesquisa na área de saúde no município. Como a Região Metropolitana é uma área urbana, vamos implantar a Agência Metropolitana, ampliar o turismo náutico, incentivar o uso do complexo Caio Martins, acelerar a despoluição da Baía de Guanabara e promover a consolidação da indústria naval.

Metropolitana

Magé

Vamos atrair novas indústrias, planejando com a prefeitura novas áreas com infraestrutura de água, esgoto, telecomunicação de qualidade, política de qualificação de mão de obra e logística de acesso. Implantaremos uma vigorosa política de atração turística em função das belezas existentes e áreas de preservação. Neste ponto, a questão ambiental é prioritária. Em parceria com as prefeituras da região, vamos implantar uma Agência Metropolitana para tratar da questão da mobilidade a Magé.

Metropolitana

Nova Iguaçu

Total prioridade é a atração de novas fábricas. O Arco Metropolitano, aliado ao terminal de contêineres de Itaguaí, e o conjuntos de políticas que serão implantadas permitirão que o morador de Nova Iguaçu tenha oferta de trabalho perto de casa, como ocorre no ABC paulista, Betim e Contagem, em Minas. A implantação da Agência Metropolitana, uma parceria entre o governo do estado e as prefeituras, fará o planejamento de políticas públicas, que darão base para essa expansão industrial, incluindo formação de mão de obra qualificada, através da criação de escolas técnicas profissionalizantes.

Serrana

Precisamos criar incentivos para o corredor de frutas, legumes e hortaliças e apoiar a produção de peixes. Incentivar a indústria metalmecânica, da moda, material médico e móveis. Fomentar o turismo e criar escolas técnicas para formação de mão de obra qualificada. Na habitação, daremos total prioridade às áreas de risco expandindo parceria com o Governo Federal no Minha Casa Minha Vida.

Serrana

Petrópolis

Na estratégia de fomento ao turismo que será implantada, Petrópolis terá prioridade, pelo seu potencial. Faremos convênio com o município para transformar as favelas em bairros, inclusive com a implantação do Cimento Social. Vamos apoiar as prefeituras para implantação de uma política de fornecimento e drenagem dos rios. E reviver o projeto de instalação do Laboratório Nacional de Computação Científica – a Tecnópolis. Uma das providências é a instalação de um campus da UERJ para formação de mão de obra altamente especializada. Petrópolis deve ampliar a produção agrícola, principalmente de produtos orgânicos.

Litorânea (Região dos Lagos)

Precisamos valorizar o que temos de melhor. Desenvolver o turismo e estimular a indústria com foco na moda praia. Criar cursos profissionalizantes, preparar uma mão de obra especializada. Vamos acabar com a falta de água, duplicar a RJ106 e apoiar o desenvolvimento da pesca que gera renda para milhares de famílias.

Sul Fluminense

Cabo Frio

A situação da saúde pública ainda é muito frágil. Vamos consolidar na região um consórcio intermunicipal de saúde, em parceria com as prefeituras, permitindo a universalização do médico de família, oferta de exames médicos com qualidade e uma rede de hospitais para atender plenamente a região. Cabo Frio tem uma significativa atividade econômica de moda praia, mas não existe uma estratégia exportadora. Em parceria com Cabo Frio e o município de Búzios, criaremos uma marca de moda praia para a região, que procurará atingir os mercados de outros estados, bem como de outros países. Implantaremos escolas profissionalizantes com cursos de design, gerência de produção, uso de tecnologias avançadas na confecção, distribuição e marketing voltado para a indústria da moda. Ao mesmo tempo, a potencialidade de Cabo Frio para a atividade turística é clara. Também nesta área, precisamos de formação de mão de obra qualificada. É urgente definir uma estratégia turística para a Região dos Lagos que tenha Cabo Frio como âncora, com o objetivo de potencializar esta atividade econômica e preservar o meio ambiente, permitindo assim sua sustentabilidade.

Norte

Vamos explorar o Porto Açu e escoar a nossa produção em larga escala. Queremos desenvolver a indústria pesqueira na região criando cursos técnicos e profissionalizantes. Vamos aplicar as bem sucedidas UPPs para acabar de vez com a criminalidade e implantar o Hospital Estadual para atender toda a região.

Norte Fluminense

Macaé

Atualmente não há planejamento e gestão do Governo do Estado para pensar globalmente políticas médicas. O problema de segurança em Macaé também merece atenção especial. Precisamos de UPPs e serviços sociais. Outra área importante é a Educação. Precisamos formar mão de obra. Há demanda para todos com formação adequada. Transporte é outro problema sério. Faremos parcerias com a prefeitura e planejamento do que cabe ao estado, principalmente nas relações com outros municípios, como Rio das Ostras.

Norte Fluminense

Campos dos Goytacazes

Daremos apoio à implantação do Complexo Portuário Industrial do Açu, que poderá ser o maior porto industrial latino-americano. Vamos melhorar a ligação entre o município e o porto, além de incentivar a instalação de empresas de apoio às atividades portuárias e retroportuárias. Uma das âncoras na estratégia de desenvolvimento é a Universidade Estadual do Norte Fluminense, a UENF. A formação de mão de obra é uma prioridade, pois se reflete na segurança e no aumento da renda média de todos os habitantes.

Noroeste Fluminense

Precisamos concluir as obras para acabar com as enchentes. Reforçar o efetivo da PM para impedir a migração de bandidos de outras áreas. Investir na indústria de confecção com destaque para moda íntima, ampliar o apoio à atividade agropecuária, reestruturando a EMATER-RJ com apoio técnico e a PESAGRO para desenvolvimento tecnológico. Criar cursos técnicos nas áreas da moda, logística, gestão, administração, agricultura e aquicultura.

Conheça mais projetos do Crivella como senador aqui

Conheça os projetos realizados no estado do Rio de Janeiro por Marcelo Crivella como Senador:

Press-kit

Baixar

Contato

imprensa@crivella10.com.br
(21) 3193-1121

Crivella e família

Filho único de Mucio e Eris Crivella, Marcelo Crivella nasceu em 9 de outubro de 1957 no Rio de Janeiro. Aos 14 anos, começou a trabalhar como auxiliar de escritório e, um ano depois, conheceu sua esposa Sylvia. Juntos desde então tiveram três filhos e dois netos.

Crivella cursou a Escola de Oficiais da Reserva do Exército e trabalhou como taxista para pagar seus estudos, formando-se em engenharia civil. Foi professor universitário e logo após partiu para ser missionário na África, onde morou por quase 10 anos. É autor de 10 livros e gravou vários CDs.

Em 2002 Crivella ingressou na carreira política, quando foi eleito senador do Rio de Janeiro em sua primeira disputa, com mais de 3 milhões e 300 mil votos. No Congresso Nacional, foi vice-líder do Governo Lula e líder da bancada do Partido Liberal - PL. Em setembro de 2005 fundou com o vice-presidente da República, José Alencar, o Partido Republicano Brasileiro - PRB. Crivella foi reeleito em 2010.

No Congresso Nacional, tem pautado sua atuação no binômio: justiça para o Rio e redistribuição da renda nacional. Foi apontado pela Instituição Transparência Brasil como o terceiro senador com mais projetos relevantes para o país. A revista Veja o classificou como o 5º melhor senador do Brasil. Sem processos na justiça, ele é Ficha Limpa.

O senador foi escolhido para assumir o Ministério da Pesca e Aquicultura no governo Dilma em fevereiro de 2012. Reduziu impostos, o que diminuiu o preço do peixe e aumentou o consumo em 25%. Seu apoio à atividade pesqueira fez quase dobrar a produção. Deixou a pasta em 17 de março de 2014 para concorrer ao cargo de governador do Rio de Janeiro.

Crivella e família

O General José Alberto da Costa Abreu nasceu em 1º de setembro de 1953, no município de São Gonçalo, Rio de Janeiro. É filho de João de Abreu, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira, e de Maria José da Costa Abreu. É casado com a Srª Sônia e tem um filho, uma filha e dois netos.

Como oficial-general, exerceu os cargos de Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Nordeste (Recife), Comandante da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (Rio de Janeiro), Diretor de Serviço Militar (Brasília) e Diretor de Logística do Ministério da Defesa (Brasília).

Quando foi Comandante da 1ª Divisão de Exército (Rio de Janeiro), ficou responsável pelo planejamento, coordenação e execução das ações de defesa e segurança dos grandes eventos que aconteceram na cidade do Rio de Janeiro, nos anos de 2012 e 2013, em especial a Rio+20, a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude.

Foi ainda o responsável direto pela segurança do Papa Francisco, quando em visita deste ao Brasil.

Se eleito, vai trabalhar de acordo com os valores característicos da formação militar, como lealdade, responsabilidade, honestidade e camaradagem.

Pretende ser um Vice-governador que também represente a classe militar, atento às suas necessidades e aos seus anseios, principalmente os que dizem respeito à área de segurança pública.

Entre em contato conosco

Nome: *

E-mail: *

Assunto: *

Mensagem: *