Baixe o jingle:

MP3
WAV OGG

Usou dinheiro do próprio bolso em programas sociais

Foi eleito senador com mais de 3 milhões e 300 mil votos.

Governar para igreja? Em sua vida pública, 10 anos como senador e 2 como ministro, Crivella nunca misturou política com religião, tudo que fez foi em benefício e a favor de todo o povo.

Governo homofóbico? Crivella quer governar para todos, sem distinção de raça, orientação e religião.

Ações no STF? Crivella não tem nenhuma pendência com a Justiça, seja eleitoral, civil, estadual ou federal.

Lei contra manifestações? Crivella não é contra a liberdade de expressão nem do direito de o povo reclamar por seus direitos. A lei criada por ele é contra atos terroristas, que visam ferir indivíduos e o patrimônio.

Como senador, conseguiu mais de R$ 140 milhões para o Estado do Rio.

Não tem pendências com a Justiça.

Crivella é ficha limpa.

image (1)

Crivella vai buscar parcerias para melhorar saúde do Rio...

O candidato ao governo do Rio, Marcelo Crivella, começou a quarta-feira (27/8) na Central do Brasil,...

LEIA MAIS »
image

Crivella apresenta suas propostas em entrevista na Rádio BandNews FM...

Marcelo Crivella, candidato ao governo do Rio, foi entrevistado na noite desta terça-feira (26/8), n...

LEIA MAIS »
image

Contra criminalidade, Crivella vai investir fortemente em segurança...

- As UPPs são uma conquista da sociedade e precisam ser mantidas, apesar dos efeitos colaterais, sob...

LEIA MAIS »
wpid-wp-1409055510921.jpeg

Em visita à Firjan, Crivella fala sobre desenvolvimento econômico no estad...

Convidado da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no fim da tarde desta se...

LEIA MAIS »
Crivella - Nilópolis - 25-08-2

Crivella leva suas propostas a Nilópolis e à Central do Brasil...

O candidato ao governo do Rio, Marcelo Crivella, esteve nesta segunda-feira (25/8) na Central do Bra...

LEIA MAIS »
wpid-wp-1408913265307.jpeg

Crivella percorre feiras de Queimados, Lote XV e Nilópolis...

O candidato ao governo do Rio, Marcelo Crivella, esteve neste domingo (24/8) nas feiras livres de Qu...

LEIA MAIS »
VER TUDO »
Mapa propostas

Sul Fluminense

Precisamos expandir o Parque Industrial, apoiar as indústrias automotivas, siderúrgicas e cimenteiras. Vamos investir em escolas técnicas, formar mão de obra qualificada. Trazer o emprego para perto da moradia. Vamos concluir o Aeroporto Regional e investir o ICMS arrecadado na própria região.

Sul Fluminense

Cabo Frio

2Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Itaque cumque voluptas veniam magni blanditiis delectus impedit libero, quae vero dolorem doloremque, nesciunt architecto accusamus error quam non eaque, modi suscipit.

Sul Fluminense

Macae

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Itaque cumque voluptas veniam magni blanditiis delectus impedit libero, quae vero dolorem doloremque, nesciunt architecto accusamus error quam non eaque, modi suscipit.

Metropolitana

Precisamos reduzir drasticamente o tempo gasto no deslocamento da população. Levar empregos para perto das residências e as residências para perto dos empregos. Vamos manter e melhorar as UPPs. Implantar o Zona Franca Social, que leva emprego às comunidades menos favorecidas, gerando renda e desenvolvimento. Pôr em prática o Cimento Social, uma ação que capacita os próprios moradores das comunidades para transformar o lugar onde moram em casas dignas para viver.

Baixada

Precisamos resolver de uma vez por todas o problema da água. Trocar o caminhão-pipa por adutoras. Também levar o emprego para perto da moradia e diminuir o êxodo diário que faz o cidadão perder em média 2 horas por dia no trânsito. Vamos criar o Hospital Geral da Baixada e melhorar o sistema de saúde para toda a população.

Serrana

Precisamos criar incentivos para o corredor de frutas, legumes e hortaliças e apoiar a produção de peixes. Incentivar a indústria metalmecânica, da moda, material médico e móveis. Fomentar o turismo e criar escolas técnicas para formação de mão de obra qualificada. Na habitação, daremos total prioridade às áreas de risco expandindo parceria com o Governo Federal no Minha Casa Minha Vida.

Litorânea (Região dos Lagos)

Precisamos valorizar o que temos de melhor. Desenvolver o turismo e estimular a indústria com foco na moda praia. Criar cursos profissionalizantes, preparar uma mão de obra especializada. Vamos acabar com a falta de água, duplicar a RJ106 e apoiar o desenvolvimento da pesca que gera renda para milhares de famílias.

Norte

Vamos explorar o Porto Açu e escoar a nossa produção em larga escala. Queremos desenvolver a indústria pesqueira na região criando cursos técnicos e profissionalizantes. Vamos aplicar as bem sucedidas UPPs para acabar de vez com a criminalidade e implantar o Hospital Estadual para atender toda a região.

Noroeste Fluminense

Precisamos concluir as obras para acabar com as enchentes. Reforçar o efetivo da PM para impedir a migração de bandidos de outras áreas. Investir na indústria de confecção com destaque para moda íntima, ampliar o apoio à atividade agropecuária, reestruturando a EMATER-RJ com apoio técnico e a PESAGRO para desenvolvimento tecnológico. Criar cursos técnicos nas áreas da moda, logística, gestão, administração, agricultura e aquicultura.

Press-kit

Baixar

Contato

imprensa@crivella10.com.br
(21) 3193-1121

Crivella e família

Filho único de Mucio e Eris Crivella, Marcelo Crivella nasceu em 9 de outubro de 1957 no Rio de Janeiro. Aos 14 anos, começou a trabalhar como auxiliar de escritório e, um ano depois, conheceu sua esposa Sylvia. Juntos desde então tiveram três filhos e dois netos.

Crivella cursou a Escola de Oficiais da Reserva do Exército e trabalhou como taxista para pagar seus estudos, formando-se em engenharia civil. Foi professor universitário e logo após partiu para ser missionário na África, onde morou por quase 10 anos. É autor de 10 livros e gravou vários CDs.

Em 2002 Crivella ingressou na carreira política, quando foi eleito senador do Rio de Janeiro em sua primeira disputa, com mais de 3 milhões e 300 mil votos. No Congresso Nacional, foi vice-líder do Governo Lula e líder da bancada do Partido Liberal - PL. Em setembro de 2005 fundou com o vice-presidente da República, José Alencar, o Partido Republicano Brasileiro - PRB. Crivella foi reeleito em 2010.

No Congresso Nacional, tem pautado sua atuação no binômio: justiça para o Rio e redistribuição da renda nacional. Foi apontado pela Instituição Transparência Brasil como o terceiro senador com mais projetos relevantes para o país. A revista Veja o classificou como o 5º melhor senador do Brasil. Sem processos na justiça, ele é Ficha Limpa.

O senador foi escolhido para assumir o Ministério da Pesca e Aquicultura no governo Dilma em fevereiro de 2012. Reduziu impostos, o que diminuiu o preço do peixe e aumentou o consumo em 25%. Seu apoio à atividade pesqueira fez quase dobrar a produção. Deixou a pasta em 17 de março de 2014 para concorrer ao cargo de governador do Rio de Janeiro.

Crivella e família

O General José Alberto da Costa Abreu nasceu em 1º de setembro de 1953, no município de São Gonçalo, Rio de Janeiro. É filho de João de Abreu, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira, e de Maria José da Costa Abreu. É casado com a Srª Sônia e tem um filho, uma filha e dois netos.

Como oficial-general, exerceu os cargos de Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Nordeste (Recife), Comandante da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (Rio de Janeiro), Diretor de Serviço Militar (Brasília) e Diretor de Logística do Ministério da Defesa (Brasília).

Quando foi Comandante da 1ª Divisão de Exército (Rio de Janeiro), ficou responsável pelo planejamento, coordenação e execução das ações de defesa e segurança dos grandes eventos que aconteceram na cidade do Rio de Janeiro, nos anos de 2012 e 2013, em especial a Rio+20, a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude.

Foi ainda o responsável direto pela segurança do Papa Francisco, quando em visita deste ao Brasil.

Se eleito, vai trabalhar de acordo com os valores característicos da formação militar, como lealdade, responsabilidade, honestidade e camaradagem.

Pretende ser um Vice-governador que também represente a classe militar, atento às suas necessidades e aos seus anseios, principalmente os que dizem respeito à área de segurança pública.